O futebol tem sido e será uma paixão eloquente por onde seja praticado, embora as disparidades entre as equipes é cada vez mais visável predominando grandes poderios econômicos em detrimento da maioria. Na vida nada acontece por acaso temos de ser ousados, proativos, realizarmos planejamentos, ter objetivos e colocarmos em pratica, isto é denominado profissionalismo e quem não se adequar estará fora do mercado.

No futebol não é diferente, pois, algumas equipes tem se beneficiado mais perante às outras, devido a grandes investimentos de empresários, magnatas, líderes e governamentais (sheik) que tem procurado neste esporte expandir e obter uma visibilidade maior em relação ao seu país de origem. Mas não gostaria de entrar no mérito desta questão!

É surreal ao depararmos com equipes ou seleções com menos poder aquisitivos mas de maneira alguma usa estes artifícios como desculpas em suas apresentações. Como é gratificante ver jogos das seleções africanas que conseguem fazer deste esporte tão competitivo uma grande festa. Isto torna ainda mais apaixonante e alucinante o futebol.

Ainda mais de países sem muitas tradições no futebol como a Noruega 46º no ranking da FIFA, das 21 edições das copas do mundo conseguiu classificação apenas para 03 copas e na Copa da França de 1998 foi eliminada nas oitavas pela Itália por 1x0 e esta foi sua melhor participação em uma edição. Na Europa não é diferente nas 15 edições da Eurocopa classificou apenas em 2000 a Bélgica e a Holanda foi eliminada na primeira fase, embora vencendo na estreia a poderosa Espanha.

Mas este país viking sem muita tradição no futebol tem atraído a atenção dos esportistas do mundo inteiro, através do jovem Erling Braut Haaland nascido em Leeds na Inglaterra, filho de norueguês e nacionalidade deste pais, com 19 anos, formado pela equipe do Bryne e com passagem pelo Molde da Noruega adquirido pelo Red Bull Salzburg da Áustria em 2019, e neste ano na Copa do Mundo sub-20 na Polônia, marcou 9 gols na goleada de 12x0 contra Honduras batendo o recorde de gols marcado em um jogo de copa do mundo da FIFA entre todas as categorias.

Em dezembro de 2019 foi contratado pelo Borussia Dortmund e tem sido o grande fenômeno o europeu na atualidade. Em sua estreia na Bundes Liga após sair do banco de reservas, fez 3 gols na vitória do Borussia por 5x3 contra o Augsburg, o jovem norueguês vem encantando o mundo na última semana ( 18/02) após marcar 2 gols na vitória sobre o PSG 2x1 pela Liga dos Campeões obteve novo recorde e tornou-se o jogador mais jovem a marcar 10 gols na competição, sendo 08 pelo RB Salzburg superando Adriano Imperador, Firmino e Sádio Mané ( Liverpool).

Halland não para de quebrar recordes: com 10 gols o norueguês tem a mesma quantidade de gols na atual Liga dos Campeões que o Borussia Dortmund; 39 gols em 29 jogos na temporada: 11 gols em sete jogos no Dortmund, e 28 gols em 22 jogos no RB Salzburg 39 gols e oito assistências em 1910 minutos jogados na temporada, participa de um gol a cada 40 minutos, com 39 gols, Haaland já tem mais gols que Cristiano Ronaldo na temporada passada (28) e a mesma quantidade do melhor ano de Neymar na Europa (39, em 2014/15 pelo Barcelona).

Jamais poderia deixar de ressaltar a renovação realizada no Borussia Dortmund mas isto será assunto para outra matéria.

Isto torna o futebol cada vez mais emocionante, apaixonante e muito gratificante pois em país sem muita tradição no esporte, pode estar surgindo um novo fenômeno mundial.

Gil Cipriano
O futebol jogado em todo lugar, de Fernandópolis até a Europa