O futebol está muito dinâmico e não há espaços para amadorismo já alguns anos, pois, muitas equipes não perceberam a necessidade de se adequar á nova realidade.

É bem comum ouvir após o jogo “não existe equipe boba mais no futebol”, com o advento e o avanço da informática, a informação tornou-se mais prática, acessível e rápida. O mundo já há um bom tempo é on-line e isto torna muito cruel.

Tem sido a tônica e já está fora de moda a expressão “camisa pesada que entorna varal”, também não tem prevalecido em algumas competições. Tem sido assim e deverá permanecer por algum tempo, apenas poderá ser inatingível ou menos impactante para os adequados à nova realidade.

Diante do exposto, temos como bons exemplos e equipes tradicionais e campeoníssimas com dificuldades em certas competições.

O São Paulo tricampeão Mundial e da Libertadores, não consegue deslanchar na Copa do Brasil, onde, em 2000 chegou perto da conquista perdendo o título para o Cruzeiro. Tem sido desastrosa a participação do tricolor nesta competição.

O termo “time grande não cai” não está em evidência desde 2002. Retornando aos fatos.

O Cruzeiro depois das conquistas de brasileiro e de ser o maior campeão da Copa do Brasil após o rebaixamento para a série B do brasileirão em 2019, não consegue configurar entre os quatro melhores desde 2020 e 2021 nesta competição e melancolicamente irá disputar a Série B pelo terceiro ano consecutivo e pior, acompanhado pelo Vasco que disputará pela segunda vez consecutiva.

A situação não está deprimente apenas para o time mineiro e carioca. O Grêmio rebaixado no brasileirão de 2021 e eliminado na Copa do Brasil() deste ano para o Mirassol na primeira fase da competição, o tricolor com cinco títulos da competição famoso por ser um time copeiro tem decepcionado e muito o seu torcedor.

O Atlético Mineiro, Internacional e o Palmeiras fazem parte desta lista seleta, em suas eliminações do mundial de clubes também não poderia relatar as eliminações precoce do Corinthians, São Paulo e Grêmio na pré-Libertadores.

 Diante do exposto grandes equipes de nosso futebol não são mais temidas dentro do campo como eram no passado, e isto tem tornado o futebol mais atraente, emocionante e humilhante por eliminações inesperadas e às vezes com significado até humilhante.

() Copa do Brasil tem reservado muitas surpresas, inclusive, na edição de 2022.

Gil Cipriano
O futebol jogado em todo lugar, de Fernandópolis até a Europa

Recomendadas para você