Teve início a maior competição continental entre clubes do continente mesmo sendo a fase inicial eliminatória para a composição final da fase de grupos, pois, apesar de nossa inferioridade de títulos em relação aos Hermanos, melhoramos nossa performance nos últimos anos. Nas cinco últimas edições as equipes brasileiras conquistaram quatro títulos e após mudar as regras da competição obtivemos duas finais consecutivas de times brasileiros contra uma de argentinos em 2018.

Sempre foi e será a maior rivalidade do continente, apesar no passado o Uruguai ter sido um balizador entre Brasil e Argentina já alguns anos a Celeste não incomoda mais.

Na libertadores deste ano não teremos confrontos dos brasileiros América/MG e Fluminense contra a equipe do Estudiantes, porém, após a constituição da fase de grupos será inevitável confrontos de equipes dos países, resta saber se conseguiremos diminuir a diferença de títulos entre os países. Atualmente os argentinos possuem 25 contra 21 dos brasileiros. Já foi bem maior a diferença entre ambos.

A rivalidade Brasil x Argentina é sempre motivo de discórdia no continente quem foi melhor Pelé x Maradona mas uma coisa é certa, dificilmente conseguiremos ter algum jogador na atualidade de comparar com a genialidade de Lionel Messi. O maior indicado para acirrar essa rivalidade poderia ser Neymar Junior mas a disparidade é enorme em todos os aspectos.

O futebol, o seu glamour é comparado em conquistas e neste quesito comparando as seleções o Brasil possui algumas vantagens com o pentacampeonato mundial contra o bicampeonato dos Hermanos, títulos olímpicos ambos possui duas conquistas o Brasil mas a nossa grande desvantagem em relação a Copa América com apenas 09 títulos somos superados pelo Uruguai e Argentina com 15 títulos. Pior, a última conquista argentina foi contra o Brasil em nosso país.

Comparando as principais competições continentais e mundiais entre clubes, temos vantagens em relação ao mundial de clube com 10 conquistas contra 09 das equipes argentinas e na Libertadores apesar de termos melhorado na nossa performance, ainda os argentinos dominam conforme citado acima.

Mas temos tudo com Atlético Mineiro, Flamengo, Palmeiras e Corinthians em busca de mais um título continental, visto, River Plate e Boca Juniors terem sido nossos maiores adversários argentinos da competição.

Equipes tradicionais como Estudiantes, Independiente, Racing juntamente com Olímpia e Penãrol seus protagonismos tem sido ofuscado nos últimos anos pelas equipes do Defensa Y Justicia, Independiente Del Valle, Barcelona de Guayaquil e Guarani do Paraguai com eliminações surpreendentes.

Gil Cipriano
O futebol jogado em todo lugar, de Fernandópolis até a Europa

Recomendadas para você